Tecnologia e Manejo

14/06

Exportações de carne bovina por Mato Grosso aumentaram 40% em maio

Exportações de carne bovina por Mato Grosso aumentaram 40% em maio

 

As exportações de carne bovina por Mato Grosso aumentaram 40% em maio sobre abril, chegando a US$ 75,430 milhões. No mês anterior, o valor somou US$ 53,610 milhões. Os dados constam no boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e mostram que o setor começa a se recuperar dos efeitos da operação Carne Fraca, deflagrada em março pela Polícia Federal, que colocou o segmento sob vigilância e resultou na suspensão das importações por diversos países.

No mês passado, os principais importadores foram a China, com US$ 25,25 milhões, e o Oriente Médio, com US$ 24,28 milhões. Desde o embargo promovido pelos mercados da carne bovina brasileira, o governo federal e o setor têm se empenhado para desfazer a imagem negativa que pairou sobre a produção do país. Vários mercados desfizeram o embargo e as restrições ao produto nacional. Em abril, além da queda nas exportações, houve recuo na produção, devido à suspensão temporária dos abates em 7 plantas frigoríficas no Estado, que já operam normalmente.

De acordo com o economista Vitor Galesso, o prejuízo à imagem do país como produtor de carne está sendo recuperado e a expectativa é de aumento da exportação nos próximos meses. “A operação bagunçou o setor, sujou a água, vamos dizer assim, mas já há uma reação do mercado brasileiro na recuperação da imagem e das vendas. Acredito que, a partir de agora, esse aumento vai continuar e, além da recuperação dos mercados, o dólar está valorizado, o que incentiva as exportações”.

A Gazeta 



Publicidade