Tecnologia e Manejo

29/12

Secretaria de Agricultura de São Paulo disponibiliza guia digital com orientações de cultivo de alimentos orgânicos

Secretaria de Agricultura de São Paulo disponibiliza guia digital com orientações de cultivo de alimentos orgânicos

 

Para incentivar e orientar a produção de alimentos orgânicos, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), disponibiliza gratuitamente aos agricultores e demais interessados as “Fichas Agroecológicas: Tecnologias Apropriadas para a Produção Orgânica”. O material elaborado pelo Mapa pode ser baixado pelo site da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), da Pasta Estadual. 

 

No total, são 124 fichas divididas nos temas “Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas”, “Sanidade Vegetal”, “Práticas Conservacionistas” e “Produção Vegetal”, que deverão ser atualizadas periodicamente.

 

Além do preparo do solo, é possível aprender como utilizar os insumos para o controle sanitário animal e vegetal, técnicas de adubação verde, plantio consorciado e outras práticas em conformidade com o meio ambiente e as normas de segurança alimentar. Lançado em novembro, o documento pode ser acessado graças a uma parceria entre o Ministério e a Secretaria, que integra a Comissão da Produção Orgânica de São Paulo (Cporg/SP).

 

Para o titular da Codeagro, Michel Reche Beraldo, a iniciativa contribui para disseminar o conceito de agricultura sustentável. “A produção de orgânicos mais que dobrou nos últimos três anos, passando de 6.700 unidades de produção orgânica em 2013 para 15.663 atualmente. Por isso, é fundamental orientar a população e as cadeias produtivas para que cada vez mais possamos utilizar métodos seguros para a produção de alimentos de qualidade e acessíveis”, afirmou.  

 

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, enfatizou a importância da parceria entre o Ministério e a Secretaria para incentivar a adoção do sistema orgânico de produção. “A ação está em total sinergia com as diretrizes determinadas pelo governador Geraldo Alckmin, que são: incentivar uma agricultura harmônica com o meio ambiente; colocar o conhecimento gerado pela pesquisa a serviço da sociedade; apoiar o produtor, especialmente o pequeno e o médio agricultor; e zelar pela saudabilidade dos alimentos”, afirmou.

 

De acordo com a chefe de Divisão de Desenvolvimento da Agroecologia e Produção Orgânica do Ministério, Virgínia Lira, com linguagem simples e de fácil compreensão, o conteúdo visa “socializar o conhecimento da agroecologia com produtores e técnicos e estimular a construção e a divulgação de novas tecnologias”, finalizou.

 

Baixe aqui as Fichas Agroecológicas. 



Por: Paloma Minke



Publicidade