Tecnologia e Manejo

02/04

Gestão e controle de processos também devem estar no radar dos pequenos produtores

Gestão e controle de processos também devem estar no radar dos pequenos produtores

 

Representantes das empresas MaxiTree e Inflor participaram como palestrantes da 6ª edição do Workshop Embrapa Florestas/Apre. Em pauta, “Melhores práticas da gestão florestal acessível a pequenos e médios produtores”.

Richard Respondovesk, da Maxitree, ponderou que planejamento e análise de mercado são fundamentais para pequenos e médios produtores, aliando os objetivos da floresta com projeto adequado e pacote tecnológico. A empresa propõe maximizar a gestão dos processos florestais por meio da terceirização desta atividade. “Funcionaria nos mesmos moldes de um escritório de contabilidade, em que a empresa terceiriza processos”, exemplifica Respondovesk. Para isso, a empresa utiliza aceleradores e modelos de gestão. “Com o BPOForest, podemos atendes níveis diferentes de necessidades das empresas: simplificado, otimizado e completo”, explica. No caso simplificado, por exemplo, a empresa atende com o sistema INFLOR Forest®, comercialização da madeira e cadastro florestal. Nos atendimentos mais avançados, entram GIS, silvicultura, colheita, entre outros, dependendo da necessidade do produtor florestal ou mesmo associação de produtores.

“Hoje, temos exemplos de custo de formação de floresta de eucalipto que vão de R$ 3 mil a R$ 16 mil. Nem sempre é possível recuperar o valor investido na hora em que se vende a floresta. Por isso, a gestão tem quer na ponta do lápis para a floresta chegar a custo competitivo no mercado. Para isso, é imperativo aplicar modelos de gestão”, orienta Respondovesk. O palestrante apontou a Eucatex como case de sucesso na adoção de tecnologias de gestão das áreas de manejo florestal. “A MaxiTree atua com sistemas de inovação, com assessoria à transformação digital dos clientes. Atuamos como parceiro integrador entre as áreas de negócios e TI, explica”.

Fabrício Emiliano, da Inflor, explicou as ferramentas da empresa para apoio à gestão de plantios florestais.  “As soluções Inflor estão hoje presentes em mais de 12 milhões de hectares de plantios florestais no país, em diversas empresas”, explicou Emiliano. 

Big Data, Business Intelligence, armazenamento na nuvem são ferramentas utilizadas para o Inflor Analytics. Além disso, a inteligência artificial está presente no Inflor Assistant, que é um robô virtual chamado de Flora, que vai usar base de dados de big data e gerar informações para diferentes perfis de usuários e necessidades. “A Flora realizará a gestão pró-ativa de indicadores alertando os usuários acerca de informações relevantes de produtividade, falhas, inconsistências além de monitorar comportamentos para evitar possíveis fraudes”, explica Emiliano.

A terceira ferramenta é o Inflor Academy, uma plataforma EAD que realiza treinamentos para utilização dos sistemas da INFLOR, com conteúdos técnicos e de processos. 

 

Katia Pichelli (MTb 3594/PR) 
Embrapa Florestas 

Contatos para a imprensa 
 
Telefone: (41) 3675-5638

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

www.embrapa.br/fale-conosco/sac/



Publicidade