Tecnologia e Manejo

18/01

Tomateiro: Saco e Não-Tecido protege contra pragas

Tomateiro: Saco e Não-Tecido protege contra pragas

 

Ensacamento de frutos,uma técnica sustentável já utilizada em diversas lavouras de frutas,agora também está disponível para tomateiros. Os sacos de não-tecido (conhecidos como TNT) foram desenvolvidos de acordo com as necessidades da planta, protegendo os tomates de ataques de insetos, como a broca-pequena e da traça-do-tomateiro, e eveitando o uso de defensivos químicos. 

 

O material é produzido com polipropileno e é resistente à água, o que garante maior durabilidade. Tem gramatura diferenciada, resistência a intempéries e proteção solar, ao mesmo tempo sendo permeável a oxigênio e água, permitem o desenvolvimento normal do fruto.

 

“O nosso saco também tem como diferencial o fechamento com elástico, que dá facilidade e rapidez de instalação e melhor qualidade de aplicação. Até então não existia controle eficaz das pragas do tomate. Nosso produto tem 100% de eficácia”, afirma Mario Mezzedimi, diretor da TNTEX, empresa que desenvolveu os sacos em parceria com a Fitesa e com a Braskem.

 

Um estudo feito durante dois anos pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em lavouras de tomateiros na zona rural de Ubajara (CE) comprova a eficiência em termos de redução da perda e ganhos econômicos para quem utiliza o saquinho de TNT em relação ao cultivo convencional com defensivos.

 

“Com a técnica, há uma redução da perda de frutos danificados pelo ataque das pragas. Se forem considerados apenas os inseticidas para controle de insetos que atacam os frutos, a redução é de 95 a 100%”, afirma o professor Patrik Luiz Pastori, da UFC.

 

Segundo Mario, o saco também pode ser utilizado em outras culturas, como a goiaba, o pêssego e por isso ele é produzido em vários tamanhos.

 

O valor médio do produto gira em torno dos R$ 0,10 a unidade, variando de tamanho para tamanho. 

 

Fonte:Globo Rural.



Publicidade