Tecnologia e Manejo

07/06

Pesquisas sobre consumo de uva e derivados revelam benefícios para a saúde

Pesquisas sobre consumo de uva e derivados revelam benefícios para a saúde

 

Pesquisadores do Brasil, Estados Unidos, Espanha, França e Reino Unido, reunidos no III Simpósio Internacional Vinho e Saúde, em Bento Gonçalves (RS) apresentaram estudos que reforçam benefícios do consumo de uvas e seus derivados para a saúde. Tanto a fruta, quanto o suco puro e o vinho são considerados benéficos na prevenção, proteção e combate a doenças.

 

No evento, com cerca de 200 participantes da comunidade científica, foram divulgadas pesquisas, como a de benefícios transgeracionais (passados a descendentes) na prevenção ao câncer de mama, da doutora em bioquímica, Caroline Dani. Outro estudo, sobre o papel do consumo moderado do vinho, dieta balanceada e exercícios físicos e na prevenção de doenças cardíacas, foi apresentado pela especialista espanhola Rosa María Lamuela Raventós.

 

Efeitos do vinho na flora intestinal, na imunidade e no metabolismo humano foram analisados pelo cardiologista do Instituto do Coração (Incor/SP), Protásio Lemos da Luz, que estuda o tema há 18 anos. O champagne e sua relação com efeitos neuroprotetores e de memória, trabalho do pesquisador britânico David Vauzour também foi destaque da programação.

 

O simpósio aconteceu entre os dias 1º a 3, ficando marcado novo encontro para daqui a três anos. Doze palestrantes do país e do exterior trataram dos avanços em pesquisas científicas ligadas ainda ao câncer, obesidade e desempenho de esportistas. O evento incluiu, ainda, três minicursos e apresentações de 52 trabalhos acadêmicos inéditos.

 

Para o chefe-geral da Embrapa Uva e Vinho, Mauro Zanus, investir nesse campo de investigação é a chave para a segurança e expansão da cadeia produtiva. “As informações interferem nas escolhas dos consumidores, provocando uma reação em cadeia. Os consumidores preferem comer e beber o que lhes faz bem”, avalia.

 

O III Simpósio Internacional Vinho e Saúde foi uma realização do Ibravin, com apoio da Associação Brasileira de Enologia (ABE), da Embrapa Uva e Vinho, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – fundação do Ministério da Educação (MEC) – e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs).

 

Benefícios da uva e seus derivados: 
 

- Prevenção de doenças cardiovasculares e redução da pressão arterial; 
- Diminuição dos índices do mau colesterol (LDL) e aumento do bom colesterol (HDL) no sangue; 
- Redução de danos oxidativos em estruturas cerebrais, podendo reduzir o risco do aparecimento de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e Parkinson; 
- Melhora na cognição e na memória; 
- Ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, como os de pulmão, intestino, mama e cólon; 
- Favorece as funções hepáticas do fígado; 
- Redução de riscos de doenças renais; 
- Auxilia no combate à obesidade; 
- Acelera o metabolismo, reduzindo o ácido úrico, e, consequentemente, combatendo a fadiga; 
- Aumenta o desempenho de atletas; 
- Melhora a circulação periférica favorecendo a nutrição para os músculos; 
- Repara as células do corpo, reduzindo os efeitos do envelhecimento e auxiliando em doenças associadas ao envelhecimento; 
- Auxilia no funcionamento da flora intestinal; 
- Fortalece o sistema imunológico, já que possui ativos com poder anti-inflamatório e antimicrobiano.

 

Grupo Cultivar 



Publicidade