Tecnologia e Manejo

18/04

Manejo correto garante a qualidade do feijão

Manejo correto garante a qualidade do feijão

 

O feijão é um alimento tipicamente brasileiro. Seu grão é utilizado como base para vários pratos como sopas e feijoadas, além da tradicional combinação com o arroz. E para que esse grão que está presente na mesa do brasileiro apresente bom padrão de qualidade, a pesquisa agropecuária recomenda ao produtor a adoção do uso das boas práticas culturais. Pois, a época de colheita do feijão, que vai de janeiro até março, é necessário garantir a qualidade desse grão em todas as etapas do processo produtivo, do plantio até o armazenamento.

Área adequada de plantio
O pesquisador Irajá Antunes explica que como o feijão é uma planta bastante sensível e não tão resistente a fatores adversos, como clima e manejo, é importante que o agricultor esteja atento ao cultivo do feijão. Primeiramente, para cultivos de primavera, aonde são semeadas (agosto-setembro) as principais variedades produzidas no Rio Grande do Sul, o produtor deve escolher a área adequada para o seu plantio. Esse local deve ser protegido e conter a quantidade ideal de água para o desenvolvimento da planta, pois fatores como a possível ocorrência de frentes frias podem afetar a produção. O cultivo de outras espécies como o milho, por exemplo, também pode servir de barreira natural contra os fatores climáticos.

Outro fator determinante para o cultivo do feijão são as áreas de solo encharcado, que devem ser evitadas, porque quando se encontra nessa condição muitas vezes o feijão não se desenvolve o suficiente. Consequentemente o ideal é plantar o feijão em uma área com boas condições de drenagem, de maneira que a planta possa vingar sem adversidades. Entretanto, como toda espécie, o feijão precisa de água, principalmente na época de floração e enchimento do grão. O ideal para atender as necessidades do feijão é que, para um ciclo de 2 a 4 meses, houvesse pelo menos 10mm de água por mês.

Concorrência entre espécies
Em princípio, não pode haver concorrência da planta do feijão com outras espécies até os primeiros 30 dias de plantio do feijão, quando a vagem começa a fechar, já que plantas concorrentes podem impedir o desenvolvimento do feijão. Entretanto, o pesquisador Irajá Antunes explica que esse fator depende do tipo de exploração que o agricultor exerce e conta que quando a produção é realizada para cultivo próprio o produtor pode seguir os princípios agroecológicos (princípio que promove a associação entre diferentes espécies), e então, o feijão não precisaria ter a limpeza que se faz necessária, quando o cultivo é destinado à produção industrial.

Colheita e armazenamento
É importante que o produtor esteja atento e realize a colheita quando acontece o processo de mudança de cor da vagem, uma vez que não é indicado que o feijão fique muito tempo no campo com as vagens secas. Pois, quando isso ocorre o feijão pode perder o poder germinativo e qualidades nutricionais, além de se tornar mais suscetível ao aparecimento do caruncho-do-feijão, praga que provêm do campo. Logo, se o feijão for colhido cedo, diminui os riscos de ocorrência dessa praga e perda da qualidade.

Já durante o armazenamento, segundo Antunes, um aspecto importante que o produtor deve levar em consideração é que o grão deve ser guardado de forma a impedir a entrada de ar. A dica do pesquisador para agricultores que plantam para o cultivo próprio é guardar suas sementes em bombonas ou garrafas pet, que devem ser vedadas de maneira com que não entre ar com o objetivo de conservar o grão e também fazer com que o gorgulho não se desenvolva. 

Outro fator que garante a qualidade do grão é a escolha da variedade de cultivo, o produtor deve procurar usar uma variedade que seja adaptada para a área e região que ele planta. Essa escolha pode ser feita através de testes, para realizá-los, o produtor pode buscar o auxílio da Embrapa, que junto com a parceira Emater/RS-Ascar ajuda na realização desses testes. “Dependendo da região, se tiver um grupo de agricultores interessados em testar novas variedades, os pesquisadores estão à disposição para que se realizem testes junto com os agricultores”, diz Antunes. Todas essas dicas mostram que do cultivo até a colheita e armazenamento, todas as etapas do processo produtivo são fundamentais e garantem a qualidade desse grão, que está inserido na cultura nacional.

 

Colaboração de Thais Boa Nova 
Embrapa Clima Temperado 

Contatos para a imprensa 
 
Telefone: (053) 3275-8113

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

www.embrapa.br/fale-conosco/sac/



Publicidade