Tecnologia e Manejo

19/02

Títulos verdes despontam como alternativa de financiamento para o agro

Títulos verdes despontam como alternativa de financiamento para o agro

 

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) busca alternativas de desenvolvimento do mercado de títulos verdes para financiar projetos de economia de baixo carbono. Neste contexto, a entidade promoveu uma reunião na última sexta-feira (15), em Brasília, com a Climate Bonds Initiative (CBI), organização internacional que atua no fomento de mercados de capitais de longo prazo por meio de instrumentos financeiros "verdes", como os títulos verdes (Green Bonds).

 

Os títulos verdes são instrumentos de financiamento ou refinanciamento de dívida, emitidos por empresas, entidades financeiras, instituições não financeiras ou públicas, em que os recursos captados são 100% utilizados para financiar ativos e projetos sustentáveis. Participaram da reunião a diretora executiva da CBI, Justine Leigh-Bell, e assessores técnicos da CNA das áreas de política agrícola, cooperação internacional, bovinocultura de corte, aves e suínos, cafeicultura, florestas plantadas, meio ambiente e irrigação.

 

No encontro, os assessores da CNA apresentaram o trabalho realizado pela entidade, práticas de produção agropecuária, perfil dos produtores e mecanismos de financiamento comuns utilizados no setor agropecuário. De acordo com a assessora técnica da CNA, Gabriela Coser, a parceria entre CNA e CBI permitirá a identificação das oportunidades de investimento no setor agropecuário no Brasil. “A agropecuária brasileira tem grande potencial, principalmente, por ser a mais sustentável do mundo”, ressaltou.

 

“A CNA vai atuar no mapeamento de iniciativas com potenciais de financiamento e daquelas práticas já adotadas pelos produtores, mas que ainda não possuem benefício financeiro. A intenção é impulsionar cada vez mais as práticas sustentáveis, por isso, estamos trabalhando para que essas iniciativas atraiam investimentos internacionais e domésticos”, afirmou Grabriela.

 

Para a assessora técnica da Comissão Nacional de Aves e Suínos da CNA, Ana Lígia Lenat, há grande oportunidade na produção de suínos. “Já temos tecnologias que fazem o tratamento de dejetos, transformando-os em produtos com valor comercial e diminuindo o impacto ambiental da atividade. Entretanto, faltam linhas de financiamento que viabilizem a aplicação dessas tecnologias em pequena escala. O que hoje é um gargalo para o aumento de produção em algumas regiões, pode-se transformar em alternativa de renda para suinocultor”, destacou.

 

Os títulos verdes são uma grande oportunidade para os produtores rurais porque são fontes de financiamento diferenciada por ter essa característica verde, de produtos sustentáveis. Um dos exemplos é a geração de fontes de energia renováveis dentro das propriedades rurais. “A CNA trabalha para facilitar o acesso a esse tipo de investimento, para desburocratizar e melhorar as normas que regulamentam esse setor”, declarou o assessor técnico da Comissão de Silvicultura e Agrossilvicultura, Maciel Silva.

 

Para a representante para a América Latina da CBI, Thatyanne Gasparotto, o Brasil tem grande potencial para desenvolvimento do mercado de títulos verdes. “O relatório anual do mercado de títulos verdes possui uma seção específica que fala do potencial da agricultura brasileira. Essa é uma excelente oportunidade para conectar com outros países emergentes, aumentando fluxos de capital e, ao mesmo tempo, posicionando o Brasil como líder global em agricultura sustentável em escala através de finanças verdes”.

 

DATAGRO 



Publicidade