Tecnologia e Manejo

10/01

Conab lança a nova versão do Sistema de Comercialização Eletrônica (Siscoe)

Conab lança a nova versão do Sistema de Comercialização Eletrônica (Siscoe)

 

Produtores e agentes do setor privado interessados em comercializar produtos por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) agora podem contar com o novo Sistema de Comercialização Eletrônica (Siscoe), lançado sexta-feira (10) pela empresa, informa "Agência Brasil".

 

Sistema

 

Com o uso de novas tecnologias da informação, o Siscoe foi construído em uma plataforma Web que traz mais segurança às operações e está preparado para realizar todas as operações de comercialização, tanto do Governo Federal quanto para produtos de terceiros.

 

Integrado aos demais sistemas corporativos da Companhia, ele garante maior confiabilidade dos dados ao fazer a busca e preenchimento automáticos, dispensando parte da digitação manual de dados anteriormente necessária. A interação possibilita ainda a redução dos documentos exigidos nas operações.

 

Uma das novidades no novo sistema é que os interessados em participar do leilão devem autorizar eletronicamente os corretores a atuarem em seu nome. As operações tornaram-se também mais transparentes, pois é possível a qualquer interessado obter diversos relatórios com informações dos leilões as quais mostram as ações das Bolsas e da Conab durante o processo.

 

Regras

 

As operações de apoio à comercialização da Conab passaram inclusive por uma atualização para atender as exigências do Regulamento de Licitações e Contratos (RLC) da Companhia e as regras estabelecidas pela Lei Nº 13.303/2016 quanto às Licitações, além de atualizações operacionais e a adoção de boas práticas recomendadas pela Controladoria Geral da União (CGU).

 

Com isso, os leilões eletrônicos passam a operar também sob novos regulamentos. Entre as principais mudanças estão os requisitos mínimos para elaboração dos Avisos, a exigência do Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS) e as condições de impedimentos para participação no certame. As atualizações operacionais visam o aprimoramento das operações e vão permitir também que o arrematante ou interessado no leilão possa compreender melhor o objetivo de cada instrumento de comercialização.



Publicidade