Tecnologia e Manejo

30/06

Raça Girolando ganha primeiro Sumário de Avaliação Genômica

Raça Girolando ganha primeiro Sumário de Avaliação Genômica

 
Os primeiros resultados de análise genômica da raça Girolando acabam de ser publicados, o que permitirá maior confiabilidade na seleção de animais geneticamente superiores para a produção de leite. O sumário “Avaliação Genômica de Fêmeas Jovens/Junho 2017” foi lançado ontem (29/6), na Megaleite 2017, exposição que acontece no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte/MG. (Clique aqui para acessar) Durante a solenidade, o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Luiz Carlos Rodrigues, destacou que incorporação da genômica ao Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando (PMGG) garantirá uma evolução mais eficiente e sustentável da raça e impactará positivamente no aumento da produção de leite.

 

Segundo o chefe-geral da Embrapa Gado de Leite Paulo do Carmo Martins, o primeiro sumário genômico de Girolando é parte fundamental da grande revolução que vem acontecendo na pecuária de leite brasileira. O documento é fruto da parceria entre as duas instituições e as empresas CRV Lagoa e Zoetis. “Com o apoio da genômica, os produtores de Girolando terão maior confiabilidade e precisão para selecionar efetivamente as suas melhores matrizes e, assim, aumentar a sua produtividade.”, ressalta o gerente de Produtos Bovinos Leite da Zoetis, Fernando do Amaral Braga. Para o gerente de Inovação e Melhoramento Genético da CRV Lagoa, Cesar de Almeida Frazon, esta nova ferramenta de seleção proporcionará a identificação mais rápida de animais geneticamente superiores.

 

A introdução da seleção genômica no PMGG permitirá que o Programa tenha um grande salto de qualidade, trazendo grandes impactos no aumento das confiabilidades associadas aos valores genômicos, permitindo reduções nos custos do teste de progênie e no tempo de avaliação dos animais. 

 

Para a elaboração do Sumário Genômico, foram avaliados os genótipos de 6.500 animais da raça. Os valores genéticos genômicos são estimados utilizando as informações de pedigree, fenótipos e genótipos. Os genótipos são obtidos por genotipagem de marcadores do tipo SNP, utilizando chips de SNPs representativos de todo o genoma bovino. As vantagens do uso dessa ferramenta são, dentre outras, aumentar a acurácia da estimativa dos valores genéticos, reduzir o intervalo de gerações, pela identificação de animais geneticamente superiores mesmo antes que os mesmos expressem o fenótipo de interesse e corrigir possíveis erros de pedigree que impactam negativamente nas estimativas. Segundo o pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Marcos Vinicius Barbosa, estudos mostraram que a confiabilidade média da predição do valor genômico para animais jovens pode alcançar valores entre 50 e 67% para características como produção de leite, fertilidade e longevidade, ou seja, significativamente superior aos valores médios de 34% de confiabilidade por meio da avaliação genética tradicional que utiliza somente informações de pedigree e de fenótipos. 
 
 
Girolando 



Publicidade