Tecnologia e Manejo

06/02

Genex: Compatibilidade robótica aponta touros que podem gerar filhas mais adequadas ao sistema de ordenha robotizada

Genex: Compatibilidade robótica aponta touros que podem gerar filhas mais adequadas ao sistema de ordenha robotizada

 

Índice RC$ é novidade exclusiva do novo Catálogo Leite Europeu 2019 da GENEX

 

A GENEX, uma das empresas líderes no segmento de inseminação artificial (IA) no Brasil, acaba de lançar o novo Catálogo Leite Europeu 2019, que traz as informações de provas atualizadas dos touros criteriosamente selecionados, oriundos dos mais respeitados programas genéticos dos EUA. Entre outras novidades, a empresa traz o Índice de Compatibilidade Robótica (RC$), de exclusividade dos touros da bateria GENEX.

 

O novo índice direciona corretamente o melhoramento genético do rebanho de produtores que já usam ou pretendem utilizar a ordenha robotizada. Características como comprimento e colocação do teto, maior resistência à mastite, entre outros, fazem diferença na rentabilidade da indústria do leite. Para o gerente de produto leite da GENEX, Bruno Scarpa Nilo, o Índice de Compatibilidade Robótica (RC$) chega ao mercado se antevendo a uma tendência futura de evolução das fazendas produtoras de leite. “O fator mão de obra em fazendas de leite tem sido um gargalo na sua evolução e até mesmo na implantação de novos projetos. Com a ordenha robotizada conseguimos ter uma maior independência e facilidade da rotina diária. O Índice de Compatibilidade Robótica RC$ seleciona touros que irão produzir filhas que se enquadram perfeitamente para esse sistema, consequentemente, trazendo mais retorno financeiro, menor descarte de vacas, mais saúde e resistência à mastite. Com certeza é o futuro de muitos rebanhos nacionais trabalhar com um robô realizando a ordenha diária das vacas”.

 

O catálogo traz ainda informações como o Índice da Vaca Ideal (ICC$) para os gados Jersey e Holandês. É uma ferramenta para o ranqueamento de touros da raça e é baseado em indicadores econômicos em tempo real e princípios científicos para atender às demandas dos produtores com o objetivo de alcançar a vaca ideal. Para Jersey os subíndices são Rendimento Queijo (ChMAX$), Fertilidade (FERT$) e Sustentabilidade (SUST$); e para o Holandês os subíndices são Saúde (HLTH$), Fertilidade e Fitness (FYFT$), Habilidade de Parto (CABL$), Eficiência de Produção (PREF$) e Habilidade de Ordenha (MABL$).

 

Outra importante ferramenta desenvolvida pela GENEX para ajudar o pecuarista a captar e mensurar os índices e outros dados técnicos foi o MilkCheck. O programa ajuda o pecuarista na exata e rápida captação de acontecimentos rotineiros em rebanhos de produção de leite, já que vários celulares podem ser vinculados à mesma fazenda e todos trabalham como fornecedores de eventos para abastecer dados zootécnicos do rebanho, gerando índices e apontamentos. Segundo Scarpa Nilo, a gestão de dados é primordial para o sucesso de qualquer projeto e o MilkCheck traz essa solução e apoio ao produtor, de maneira simples, prática, cooperativa e mútua de gestão. “Com certeza esse é o caminho que produtores de leite precisarão percorrer, tecnificar e mensurar os índices que o rebanho tem”, detalha Scarpa Nilo.

 

Realidade aumentada

 

Outra novidade do Catálogo é a Realidade Aumentada, inserida na capa e no conteúdo. A tecnologia é utilizada para unir o mundo real com o virtual. Para utilizar é só baixar o aplicativo Zappar no smartphone, apontar para o símbolo que está no canto inferior esquerdo da capa e assistir ao vídeo.

 

A versão digital do catálogo Leite Europeu 2019 pode ser baixada gratuitamente no site http://www.genexbrasil.com.br/catalogos-digitais .

 

Genex 



Publicidade