Tecnologia e Manejo

06/12

Por que investir no mercado brasileiro de bioenergia?

Por que investir no mercado brasileiro de bioenergia?

 

A pressão sobre commodities minerais e a busca por mecanismos de produção mais limpa representam uma transformação e de alto impacto em diversos segmentos e seus sistemas produtivos.

No mercado de energia, este cenário não é diferente e a geração de eletricidade baseada em biomassa – matéria-prima sustentável e renovável – deve representar 11% da matriz energética mundial até 2020.

No Brasil, com seu enorme parque agrícola e vantagens edafoclimáticas, a biomassa representou, 9% de toda fonte de energia elétrica gerada em 2016. Ao todo, o mercado de energia brasileiro deve receber investimentos da ordem de 26 bilhões de dólares até 2040.

Novos investidores podem ter acesso a este mercado por meio dos leilões de contratação de energia promovidos pela Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica. Somente em 2017, 32 novas termoelétricas estão em construção no Brasil, com potência outorgada de 3.238 MW. Outros 177 projetos ainda estão previstos para os próximos anos.

No mercado regulado, para que um novo projeto seja aprovado e componha a matriz energética do Estado, os principais critérios de seleção são o preço da energia elétrica gerada, garantia física de produção e a viabilidade técnica do projeto. Além disso, documentação incompleta e a não conformidade com regras do edital impedem investimentos promissores.

Acesse, agora mesmo, o eBOOK GRATUITO sobre o POTENCIAL BRASILEIRO NA PRODUÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DE BIOMASSA e saiba:

  • Porque é interessante investir em energia termelétrica sustentável no Brasil
  • Porque as particularidades do mercado de energia exigem um planejamento de negócios estruturado, documentação adequada e conhecimento profundo do setor
  • Entenda os índices ICB e CVU que regulam os pagamentos pela energia no Brasil
  • Quais requisitos devem ser atendidos nos leilões de energia promovidos pela Aneel

Para baixar o eBook clique aqui.

Painel Florestal 



Publicidade