Tecnologia e Manejo

13/04

CRV Lagoa: A difícil tarefa de proteger os bezerros contra a diarreia

CRV Lagoa: A difícil tarefa de proteger os bezerros contra a diarreia

 

 

Proteger os bezerros contra a diarreia durante as primeiras semanas de vida é uma tarefa difícil. Cerca de 60% dos bezerros morrem de diarreia e os produtores estão sempre lutando contra isso. Para saber exatamente o que fazer quando há casos de diarreia, precisamos primeiro saber quais tipos existem. Se for uma diarreia nutricional ou alimentar, significa que os animais não foram alimentados da forma correta. Muitas vezes, a temperatura do leite está muito baixa (precisa estar entre 38ºC a 40ºC) e, quando é utilizado o sucedâneo, muitas vezes a mistura está incorreta. É importante que o leite em pó seja dissolvido em água a 65ºC. Se a temperatura for maior, as proteínas do leite em pó irão desnaturar, o que pode causar diarreia. O sucedâneo, preferível com proteína animal, pode ser utilizado, mas precisa de atenção no seu uso. 

Se for uma diarreia infecciosa, a qual é causada por vírus ou bactérias, precisaremos dos conselhos de um veterinário, para que ele determine qual o tipo de diarreia e o melhor tratamento. Quando a diarreia acontece durante os primeiros 5 a 7 dias, normalmente é causada pela E.coli. As fezes ficam aguadas, pois as bactérias destroem o equilíbrio do intestino (acidose metabólica) dos bezerros, o que causa desidratação, podendo levar rapidamente à morte. Normalmente, os produtores utilizam antibióticos, mas o mais importante a se fazer é dar mais líquidos (água com eletrólitos) para prevenir a desidratação. Se o animal conseguir beber normalmente, o soro pode ser dado diretamente, porém, se ele tiver dificuldades, pode ser feito via intravenosa.

Durante os dias 5 a 16, a diarreia é causada por Rota ou Corona vírus. Normalmente há sangue nas fezes e os antibióticos não ajudarão. O mais importante é fornecer água para combater a desidratação. É importante também fornecer infusão com 2,5-5% de glicose para dar ao animal mais energia. Na tabela abaixo você pode ver o protocolo de tratamento da diarreia. 





 

Um problema moderno é a diarreia causada por cryptosporidium, um parasita que é transmitido por diferentes vias: nas fezes da vaca para o bezerro ou durante o parto; bezerreiros sujos e com lotação alta; vapor d’água dos sistemas de limpeza; baldes sujos. Este parasita (Protozoa) entrará no intestino do bezerro e causará diarreia. Para prevenir, pode ser utilizado o Halocur (MSD). Recém-nascidos devem receber 24-48 horas após o nascimento durante 7 dias. Este produto previne a deposição de ovos do parasita nas fezes. O melhor método para prevenção é trabalhar em local limpo e evitar ambientes sujos. 

Fokko Tolsma
Consultor Técnico em Gestão e Manejo de Gado Leiteiro da CRV

 
 
Fokko Tolsma | assessoria@crvlagoa.com.br



Publicidade