Tecnologia e Manejo

18/10

Artigo CRV Lagoa: Balanço energético negativo influencia na fertilidade

Artigo CRV Lagoa: Balanço energético negativo influencia na fertilidade

 

Costuma-se dizer que as vacas de alto rendimento da raça Holandesa têm mais problemas de fertilidade. A fertilidade pode ser afetada pela alta produção. Alguns produtores inseminarão suas vacas com outra raça, pois isso resultará em uma taxa de fertilidade melhor. No entanto, uma vaca holandesa produzindo 10.000 kg/leite durante a lactação, com uma média de 33kg/dia, pode facilmente ficar prenha. Por que vários produtores têm problemas?

 

Uma boa taxa de fertilidade inicia antes e imediatamente após o parto. Quando uma vaca tem algum estresse durante o parto, isto pode causar uma infecção uterina. Quando uma vaca está acima do escore corporal ideal, ela geralmente mostra problemas de fertilidade.

 

O problema com uma vaca muito gorda, ou novilha, é que esse animal já está em balanço energético negativo. Esses animais as vezes perdem mais de 1kg do seu peso corporal por dia durante os 10 últimos dias pré-parto e após o parto esse processo continua.

 

As vacas com alto score corporal, geralmente perdem 3kg do seu peso corporal por dia durante os 2 meses pós-parto. O escore de condição corporal irá de 4 para 1,5 ou 1,8 e essa vaca terá menos apetite devido ao ciclo de cetose, o que influencia na fertilidade.

 

O desenvolvimento de um óvulo leva de 70 a 80 dias para se completar. Quando uma vaca é inseminada entre 60 a 80 dias pós-parto, o óvulo é criado durante o período de parto. Este é exatamente o período com o maior nível de balanço energético negativo. Como resultado, o óvulo tem um desenvolvimento insuficiente, daí a falha na fertilidade.

 

Vê-se que apenas 17 a 20% das vacas que perdem mais de 2 pontos de condição corporal ficam prenhas após a primeira inseminação. As vacas de alta produção que perdem pouco peso, somente 0,5 pontos da condição corporal, não possuem esse problema. De 60 a 65% desses animais ficam prenhes.

 

Quando a vaca está fora do período de balanço energético negativo e seu escore de condição corporal fica normal (2,8 a 3,0) ela normalmente fica prenha. Geralmente isso será entre 120 a 150 dias pós-parto. O óvulo é formado durante o período de 60 a 80 dias pós-parto e terá tempo de se desenvolver suficientemente. O embrião, após a fertilização, terá energia o que reduz o risco de aborto.

 

Problemas de fertilidade em uma fazenda são geralmente relacionados à alimentação e problemas energéticos. Especialmente em fazendas onde as novilhas e as vacas secas comem muita silagem de milho e as vacas estão muito gordas. Até a IATF tem uma baixa taxa de sucesso.

 

Tradução: Viviane Broch

CRV Lagoa 



Publicidade