Tecnologia e Manejo

21/12

Alertas de Mercado: Algodão, Boi, Café, Leite e Suínos

Alertas de Mercado: Algodão, Boi, Café, Leite e Suínos

 

Algodão 

 

Os preços do algodão em pluma têm registrado expressivas altas em dezembro, resultado do recuo vendedor. Com bom volume de pluma da safra 2016/17 já comprometido em contratos, tanto para exportação como para o mercado doméstico, vendedores consultados pelo Cepea estão praticamente ausentes do spot – e, quando ofertam, pedem valores acima dos de compradores. Assim, entre 12 e 19 de dezembro, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, se elevou 3,07%, fechando a R$ 2,6326/lp nessa terça-feira, 19.

 

Boi

 

A menor oferta de animais prontos para o abate e a demanda mais aquecida por carne, cenário típico neste período do ano, têm elevado os preços do boi gordo no mercado interno no correr de dezembro – vale ressaltar que o aquecimento na demanda por carnes também tem resultado em aumentos nas cotações dos cortes acompanhados pelo Cepea.

 

Entre 13 e 20 de dezembro, o Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa subiu 2%, indo a R$ 147,35 nessa quarta-feira, 20. No acumulado parcial deste mês (de 30 de novembro a 20 de dezembro), o aumento é de 2,14%.

 

Café 

 

As chuvas ocorridas em dezembro vêm favorecendo o desenvolvimento do café arábica da temporada 2018/19 em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea.

 

A melhora do clima renovou a expectativa de boa produção na próxima temporada, animando cafeicultores, que seguem com os tratos recomendados, como as adubações de coberturas.

 

Quanto aos preços, a retração de agentes consultados pelo Cepea segue muito forte, limitando as negociações no físico.

 

O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a terça-feira, 19, a R$ 445,94/saca de 60 kg, alta de 1,15% em relação à terça anterior, 12.

 

Para o robusta, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6, fechou a R$ 357,00/sc de 60 kg, recuo de 0,63% no mesmo período de comparação. 

 

Leite 

 

No atacado, a pressão de baixa sobre os preços do leite longa vida (UHT) continua.

 

Segundo levantamento da Scot Consultoria, houve queda de 1,3% no preço nesta segunda quinzena, em relação a primeira metade de dezembro.

 

O produto está cotado, em média, em R$2,11 por litro em São Paulo. Os menores valores ficaram próximos de R$1,72 por litro.

 

A expectativa é de mercado frouxo do lado da demanda neste final de ano e primeiras semanas de janeiro de 2018. Desta forma não estão descartadas quedas nas cotações em curto prazo.

 

É preciso considerar, porém, que muitos laticínios estão trabalhando com margem negativa nos últimos meses na comercialização do produto, o que deverá limitar estes recuos.

 

Suínos 

 

Os preços do animal vivo caíram em praticamente todas as regiões acompanhadas pelo Cepea nestes últimos dias. Mesmo com a procura pelo animal intensificada, a oferta ainda elevada segue impedindo o aumento nas cotações.

 

Entre 13 e 20 de dezembro, na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), o suíno se desvalorizou 0,8%, indo a R$ 3,85/kg nessa quarta-feira, 20.

 

Em relação aos cortes acompanhados pelo Cepea, a maioria dos produtos registrou quedas nos valores, apesar da demanda ter se aquecido levemente nos últimos dias. 

 

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br. / Scot Consultoria 



Publicidade