Tecnologia e Manejo

10/03

10/03 - Alertas de Mercado: Boi, Citros, Frango, Ovos e Suínos

10/03 - Alertas de Mercado: Boi, Citros, Frango, Ovos e Suínos

 

Boi

 

Os preços do boi gordo no estado de São Paulo iniciam março nos menores patamares em três anos. Na parcial deste mês (até o dia 8), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa registra média de R$ 144,66, a mais baixa, em termos reais, desde fevereiro de 2014, de R$ 143,94 – valores deflacionados pelo IGP-DI de jan/17.

 

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário se deve, principalmente, à menor demanda de frigoríficos por novos lotes de animais prontos para abate e também à maior oferta de boi gordo, contexto que dificulta uma reação nos preços da arroba. Do lado comprador, a menor procura do frigorífico se deve ao fraco desempenho tanto das vendas de carne no mercado atacadista como das exportações brasileiras.

 

Citros

 

A menor oferta de lima ácida tahiti no estado de São Paulo tem impulsionado os valores da fruta nesta semana. Pesquisadores do Cepea indicam que, além do grande volume destinado às processadoras ao longo de fevereiro, a redução da colheita da variedade (que, neste mês, ainda não atingiu o estágio demandado pelo mercado de mesa) limitou a disponibilidade em São Paulo. Na parcial da semana, a tahiti foi comercializada a R$ 17,05/cx de 27 kg, colhida, elevação de 9,2% frente à anterior.

 

Para os próximos dias, colaboradores do Cepea apostam em manutenção das cotações. Já as exportações da fruta, segundo a Secex, totalizaram 8,5 mil toneladas em fevereiro, o maior volume embarcado para este mês em toda a história. Frente ao mesmo período do ano passado, a elevação é de 2,4%.

 

Frango

 

Neste início de março, o comportamento dos preços internos da carne de frango está distinto entre as regiões acompanhadas pelo Cepea. Se, de um lado, o consumo limitado continua pressionando as cotações em algumas localidades, noutras, o controle na quantidade de aves abatidas no período reduziu os estoques, impulsionando os valores, indicam pesquisadores do Centro de Pesquisas.

 

Nessa quinta-feira, 9, o preço médio do frango inteiro congelado no atacado do estado de São Paulo foi de R$ 3,90/kg, alta de 0,52% sobre a quinta anterior. Para o frango inteiro resfriado, o preço subiu 2,73% em uma semana, indo para R$ 3,76/kg na quinta.

 

Ovos 

 

Os preços dos ovos voltaram a reagir nesta segunda semana de março, segundo dados do Cepea, impulsionados principalmente pela demanda mais aquecida com o início do período de Quaresma. Tradicionalmente, a comercialização de ovos aumenta neste período, considerado promissor para avicultores.

 

Além disso, de acordo com pesquisadores do Cepea, a oferta ainda restrita, devido aos descartes de poedeiras no início do ano, reforça o movimento de alta das cotações. De 2 a 9 de março, o preço da caixa de 30 dúzias do ovo tipo extra branco a retirar em Bastos subiu 1,4%, fechando a R$ 88,71 nessa quinta-feira, 9.

 

Para o produto posto na Grande São Paulo, o preço dessa quinta foi de R$ 94,49, reação de 1,5% na semana. Para o ovo tipo extra vermelho, a retirar em Bastos, a alta foi de 1,7% na semana, a R$ 105,17/cx no dia 9. O produto vermelho posto na Grande São Paulo fechou a R$ 110,72/cx, 2,5% superior à média do dia 2.

 

Suínos 

 

A demanda de frigoríficos exportadores por novos lotes de animais está menor no mercado independente, cenário que mantém em queda os preços do suíno vivo na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. Nos mercados independentes de São José do Rio Preto (SP) e de Belo Horizonte (MG), os preços do vivo recuaram 3,4% e 4,7%, respectivamente, entre 1º e 8 de março, fechando a R$ 4,52/kg e R$ 4,65/kg nessa quarta-feira, 8.

 

Segundo pesquisadores do Cepea, a procura reduzida por parte desses frigoríficos pode estar atrelada às fracas demandas externa e interna pela carne suína. No mercado brasileiro, a menor demanda se deve aos preços elevados para o consumidor final.

 

Entre 1º e 8 de março, a carcaça especial suína se desvalorizou 3,1% no atacado da Grande São Paulo, com o quilo passando para a média de R$ 7,16 nessa quarta. Os preços da carcaça comum caíram 3,5% no mesmo período, a R$ 6,63/kg no dia 8. 

 

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br



Publicidade