Tecnologia e Manejo

25/12

Programa IAC de Qualidade de EPI na Agricultura abre novo site na internet

Programa IAC de Qualidade de EPI na Agricultura abre novo site na internet

 

Entra no ar hoje o novo site de internet do Programa IAC de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultura (Quepia). Uma iniciativa do Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA-IAC), em parceria com a indústria de vestimentas de proteção, o novo canal de comunicação traz informações relevantes para orientar empresas do agronegócio quanto à proteção dos trabalhadores rurais que lidam com agrotóxicos.

 

De acordo com o coordenador do programa IAC-Quepia, o pesquisador científico Hamilton Ramos, a inovação do site tornou o espaço mais moderno, atrativo e informativo ao visitante. Segundo Ramos, empresas e a sociedade em geral poderão conferir no endereço www.quepia.org.br  a lista com as marcas de vestimentas de proteção certificadas pelo selo de qualidade IAC-Quepia, conferido exclusivamente pelo Centro de Engenharia e Automação do IAC, de Jundiaí (SP).

 

“Este aval assegura que tais produtos reduzem a exposição de trabalhadores rurais a agrotóxicos, em conformidade com normas técnicas de qualidade de padrão internacional”, resume Ramos. “O laboratório do Quepia em Jundiaí é o único do Brasil, e um dos únicos do mundo, apto a realizar todos os testes de qualidade prescritos por normas da ISO”, esclarece Ramos.

 

“Pensamos o novo site para torná-lo interativo junto a todos os públicos-alvo do Programa Quepia”, continua Ramos. No endereço, explica ele, o visitante poderá registrar dúvidas e consultas sobre temas relacionados à segurança do trabalhador rural, saber quais são as empresas que submetem seus produtos à avaliação do Quepia e também encaminhar questões aos pesquisadores do programa. Há ainda espaço exclusivo destinado a profissionais de imprensa.

 

O Programa IAC-QUEPIA é ligado às atividades da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O novo site foi produzido pela agência digital LC2, de Campinas (SP), sob a supervisão do pesquisador Hamilton Ramos e equipe.

 

IAC 



Publicidade