Tecnologia e Manejo

21/09

Nitrogênio deve ter aplicação parcelada no solo

Nitrogênio deve ter aplicação parcelada no solo

 

No manejo da adubação, recomenda-se a aplicação do nitrogênio (N) de forma parcelada no solo. Por se tratar de um elemento muito dinâmico no ambiente, pode ser perdido por várias formas se utilizado nas fases em que as plantas não podem absorvê-lo. A recomendação é do Dr. Heitor Cantarella, diretor do Centro de Solos e Recursos Ambientais do Instituto Agronômico de Campinas e Coordenador da iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV).

 

De acordo com o especialista, em uma cultura de safra anual, por exemplo, deve aplicar-se uma parte do fertilizante nitrogenado na semeadura e o restante na fase de crescimento, de acordo com a necessidade das plantas. O objetivo deste fracionamento é não deixá-lo no solo por muito tempo e evitar sua perda.

 

“Em culturas perenes, como laranja, café e banana, a dose de nitrogênio calculada para suprir as necessidades das plantas durante o ano todo é dividida em três, quatro ou cinco aplicações, favorecendo a eficiência de uso do nutriente pelas plantas e reduzindo as chances de perdas para o ambiente”, explica Catarella.

 

“Os fertilizantes nitrogenados proporcionam benefícios que se estendem à saúde humana através da produção de plantas saudáveis, ricas em proteínas. Lavouras adequadamente adubadas com nitrogênio produzem grãos com mais proteína, essencial para a alimentação humana e animal. Pastagens com altas concentrações de proteína não só elevam a produção de carne, leite e outros produtos de origem animal, mas também melhoram seu valor alimentício”, complementa.

 

O nitrogênio, a despeito dos seus muitos benefícios à produção agrícola e à qualidade dos alimentos, pode trazer consequências preocupantes se for mal manejado. Quando o N se perde do solo por lixiviação, volatilização ou se transfere para os corpos d’água, por exemplo, há prejuízo econômico para o agricultor e prejuízo para o ambiente, pois o N, quando em excesso na bacia hidrográfica, pode ter potencial poluidor. “Por isso, para maximizar os benefícios dos adubos nitrogenados, é importante utilizá-los de acordo com as técnicas agronômicas recomendadas”, conclui Dr. Cantarella.

 

Agrolink 



Publicidade