Tecnologia e Manejo

02/10

Sachê biodegradável libera agroquímicos de forma controlada

Sachê biodegradável libera agroquímicos de forma controlada

 

Elaborado à base de produtos naturais e destinado à embalagem de qualquer tipo de insumo solúvel em água, o sachê biodegradável de liberação controlada de agroquímicos será apresentado nesta sexta-feira (02/10), durante a posse do chefe-geral da Embrapa Instrumentação (São Carlos – SP), João de Mendonça Naime.

            Desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), a tecnologia leva em sua composição uma mistura de amido e pectina, materiais poliméricos com elevado teor de biodegradabilidade, que ao ser inserido no solo, é liberado gradualmente, conforme vai se decompondo.

A aplicação do sachê diminui os riscos de contaminação do meio ambiente e à saúde dos produtores rurais, pela menor manipulação dos agroquímicos.

            Elaine Paris, pesquisadora que coordena os estudos pela Embrapa Instrumentação, explica que a tecnologia consiste em um sachê polimérico biodegradável selado por prensagem, para que possa levar em seu interior o insumo desejado – fertilizante, pesticidas ou herbicidas. "No método convencional há dispersão desses materiais, com pouco aproveitamento pela planta, e com prejuízo ao meio ambiente", diz.

            Outra vantagem do sachê é que por ser de liberação controlada evita os efeitos da lixiviação, não correndo o risco de ser levado pela água da chuva, por exemplo. A quantidade de agroquímico por sachê será conforme a necessidade de cada agricultor.

A tecnologia pode ser empregada para embalar qualquer tipo de agroquímico, desde que constituído por partículas, nanopartículas ou micropartículas, total ou parcialmente solúvel em água.

 

 

Joana Silva (MTB 19554) 
Embrapa Instrumentação 
 
Telefone: (16) 2107 2901

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

www.embrapa.br/fale-conosco/sac/



Publicidade