Tecnologia e Manejo

24/11

Nova tecnologia facilita negociação de insumos agrícolas

Nova tecnologia facilita negociação de insumos agrícolas

 

A negociação entre compradores e vendedores de produtos agrícolas ganhou uma tecnologia que encurta distâncias e agiliza o processo. Uma empresa de Curitiba (PR), criou uma plataforma que permite comparar propostas comerciais do setor agrícola e fechar transações comerciais.

“Existem muitos fatores que definem o momento certo da venda de insumos agrícolas, como a variação do preço, a necessidade de caixa e a capacidade de armazenamento dos grãos de cada produtor”, diz Antonio Carlos Bentin, fundador e sócio da OSalim.

Antes de criar a empresa, Bentin trabalhou como corretor do mercado de grãos. “Presenciei muitas transações que não tiveram prosseguimento por conta de entraves com intermediários. A informatização vai ajudar muito setor”, afirma.

O uso da plataforma amplia o volume de negociações, elimina distâncias geográficas e a necessidade de um intermediário e reúne todas as informações em um único banco de dados, que fica estruturado no servidor do cliente, segundo Bentin.  “Percebemos a necessidade de integrar a plataforma com os sistemas de gestão das empresas para garantir mais segurança aos compradores. Por isso, o software é customizado para atender às necessidades de cada organização”, afirma.

Produtores rurais e algumas cooperativas estão entre os que já utilizam a plataforma. A maior parte delas fica no Paraná. Um exemplo é a Sementes Mutuca, premiada duas vezes como a produtora de soja mais produtiva do país. Outros são as cooperativas Sementes Castrolanda e Sementes Agrária. Agora, a empresa está desenvolvendo um aplicativo.

A previsão é que o lançamento aconteça no início de 2016. “A ferramenta terá mais funções. O objetivo é atender cada vez mais setores do agronegócio”, diz Bentin.

Fonte: Revista Globo Rural



Publicidade