Notícia

27/09

Rebanho bovino chega a 214,9 milhões de cabeçasPlantel

Rebanho bovino chega a 214,9 milhões de cabeçasPlantel

 

O rebanho bovino brasileiro atingiu a marca de 214,9 milhões de cabeças em 2017, redução de 1,5% sobre o volume registrado em 2016, segundo dados da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) 2017, divulgada hoje (27), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

A redução no número de cabeças pode ser explica pelo bom desempenho registrado há dois anos, em que os números coletados pelo IBGE foram os maiores da série histórica. Além disso, o instituto destaca que 2016 foi um marcado por aumento no abate de matrizes, influenciado por baixos preços do bezerro e da arroba.

 

A região Centro-Oeste apresentou 74,1 milhões de cabeças, respondendo por 34,5% do total nacional em 2017, seguida por Norte (22,6%), Sudeste (17,5%), Nordeste (12,9%) e Sul (12,6%). Entre os destaques, o Mato Grosso lidera o ranking de produção, com 13,8% do total nacional.

 

O IBGE, destaca, ainda a participação da Região Norte na produção de bovinos. Ela foi a única a apresentar crescimento em 2017, com variação de 1,0% em relação a 2016. De 2007 a 2017, o rebanho bovino cresceu 28,0%, a maior variação entre as regiões no período. Além disso, dentre os dez municípios que mais expandiram seus rebanhos em números absolutos nos últimos dez anos, sete encontravam-se no Pará.

 

DATAGRO 



Publicidade