Notícia

18/10

Projeto visa disseminar recomendações técnicas para cultura da banana no Amazonas

Projeto visa disseminar recomendações técnicas para cultura da banana no Amazonas

 
A Embrapa Amazônia Ocidental está iniciando a implantação de quatro Unidades de Referência Tecnológica (URTs) para a produção de banana em municípios do estado do Amazonas. As URTs serão instaladas nos municípios de Iranduba, Presidente Figueiredo, Silves e Rio Preto da Eva, em comunidades de propriedades familiares. O objetivo do projeto é demonstrar para produtores e técnicos de assistência e extensão rural a utilização das recomendações da Embrapa para a bananicultura no Amazonas, e como a utilização dessas técnicas impacta no aumento da produtividade e, consequentemente, na renda dos produtores.
 
Cada uma das unidades será implantada em uma área de um hectare, onde serão plantadas as variedades de banana Pacovan, BRS Princesa, BRS Pacoua e BRS Japira. A condução dos plantios será realizada seguindo recomendações da Embrapa, que abrangem etapas como a preparação da área, adubação de cova e de cobertura, espaçamento entre as plantas, controle de doenças e pragas, irrigação e demais tratos culturais. “Nosso objetivo é demonstrar aos produtores que é possível aumentar significativamente a produtividade com adoção de tecnologias e práticas de manejo que podem ser facilmente assimiladas e com baixo investimento.”, ressalta o pesquisador Luadir Gasparotto, coordenador do projeto. 
 
Nessa semana, equipes da Embrapa iniciaram o trabalho junto às comunidades que irão receber as URTs. Nesse sentido, os produtores estão sendo orientados sobre como começar a preparação da área para o recebimento das mudas. Também estão sendo coletadas amostras do solo dessas áreas para a realização de análises em laboratório. Segundo Gasparotto, no caso da banana Pacovan, as URTs pretendem demonstrar a viabilidade técnica do plantio com alta densidade de plantas, associado à técnica de aplicação de fungicidas na axila da 2ª folha para o controle da sigatoka-negra, tecnologia desenvolvida pela Embrapa Amazônia Ocidental e que vem se demonstrando eficiente para esse que é um dos principais problemas da bananicultura no Amazonas. 
 
De acordo com o planejamento, as mudas, fornecidas pela Embrapa, devem começar a ser plantadas em janeiro do próximo ano. Além da implantação das unidades, o projeto prevê também a realização de capacitações para produtores das comunidades envolvidas. Também está previsto a realização de Dias de Campo para apresentar os resultados, bem como atividades para produtores, técnicos da extensão rural e estudantes. “Queremos que as URTS sirvam como multiplicadoras dessas práticas para outros produtores e comunidades, incentivando a adoção das tecnologias e o aumento da produtividade da banana no estado”, salienta Gasparotto. 
 

Fernando Goss (1065 - MTb/SC) 
Embrapa Amazônia Ocidental 

Contatos para a imprensa 
 
Telefone: (92) 33037994

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

www.embrapa.br/fale-conosco/sac/



Publicidade