Notícia

20/12

PIB do agro recua em 2018

PIB do agro recua em 2018

 

De janeiro a setembro deste ano, o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro registrou queda de 1,63% na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje (19) pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea),em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

 

Segundo o levantamento feito pelas duas entidades, o resultado negativo está ligado à elevação de custos de produção e à redução de preços de produtos agropecuários, notadamente no mercado pecuário ao longo do ano.

 

Em relação aos preços, no caso dos produtos agrícolas, foi registrada uma recuperação, com resultados positivos desde junho, na média das atividades acompanhadas. Porém, o efeito inercial no começo do ano, advindo do baixo patamar registrado no final de 2017, a lenta recuperação da atividade econômica brasileira e a oferta elevada para alguns produtos têm sido fatores limitantes para a recuperação dos preços.

 

No caso dos pecuários, a demanda interna enfraquecida e o fechamento abrupto de importantes mercados externos destinos da carne – bovina, suína e de aves – do Brasil prejudicaram os preços com maior intensidade ao longo do ano. Porém, a disputa comercial entre China e Estados Unidos, além do câmbio favorável à elevação da competitividade da proteína brasileira no mercado externo, surtiu efeitos favoráveis às exportações da carne brasileira em setembro, notadamente com destinação a mercados asiáticos, o que resultou em certa sustentação de preços ao longo do mês (no acumulado, o resultado segue negativo).

 

PIB-VOLUME – Em termos de produção, as projeções para 2018 do PIB-volume do agronegócio, calculado pelo critério de preços constantes, seguem apontando crescimento em todos os segmentos. O PIB-volume do agronegócio deve crescer 2,36% em 2018, com altas de 4,43% para insumos, de 1,18% para o segmento primário, de 2,58% para a agroindústria e de 2,70% para os agrosserviços.

 

UAGRO 



Publicidade