Notícia

30/05

PIB cresce 0,4% no primeiro trimestre de 2018

PIB cresce 0,4% no primeiro trimestre de 2018

 

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil teve alta de 0,4% no primeiro trimestre de 2018, na comparação com o último trimestre de 2017. O indicador foi divulgado na manhã de hoje (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e mede a soma das riquezas produzidas no país em janeiro, fevereiro e março.

 

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a economia brasileira também cresceu nos meses pesquisados, com uma variação de 1,2%.

 

A gerente de contas nacionais do IBGE, Claudia Dionísio, comparou que o crescimento do PIB no primeiro trimestre de 2018 fez a economia brasileira atingir o mesmo nível do primeiro semestre de 2011.

 

"Se fôssemos comparar, hoje estaríamos no patamar do primeiro semestre de 2011", explicou ela. A pesquisadora acrescentou que a economia havia avançado até 2014 e, nos anos de crise, retrocedeu até números de 2010, patamar a partir do qual a economia tem avançado desde o início de 2017.

 

Quando a comparação é feita com o último trimestre do ano passado, a agropecuária é o setor com melhor desempenho. Segundo o IBGE, houve um crescimento de 1,4%, enquanto a indústria e os serviços ficaram praticamente estáveis, apontando uma elevação de 0,1% e o consumo das famílias cresceu apenas maio por cento.

 

O IBGE explica esse resultado na sazonalidade da colheita das safras ao longo do ano. “Aqui estamos comparando o primeiro trimestre, que tem safra de soja, com um trimestre que não tem esta safra. Precisamos considerar a sazonalidade”, diz a gerente de Contas Nacionais Trimestrais, Cláudia Dionísio, conforme divulgado pelo Instituto.

 

A agropecuária também é o setor com melhor desempenho na economia brasileira no acumulado dos quatro últimos trimestres. Em ritmo anual, a atividade rural cresceu 6,1%. Já a indústria cresceu 0,6%, os serviços 1% e o consumo das famílias aumentou 2,1%.

 

Resultado geral

 

No resultado geral, a economia brasileira cresceu 1,2% no acumulado de janeiro a abril deste ano em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, desempenho sustentado pela indústria e os serviços, compensando a retração na agropecuária neste período.

 

Quando a comparação é feita com o período de outubro a dezembro do ano passado, a expansão do Produto Interno Bruto foi de apenas 0,4%. De acordo com o IBGE, foi o quinto resultado positivo seguido, depois de um período anterior de oito trimestres de retração econômica.

 

No acumulado de quatro trimestres encerrado em março, a economia brasileira indica um ritmo anual de crescimento de 1,4%.

 

Fonte: IBGE e Revista Globo Rural



Publicidade