Notícia

23/05

Nível de ATR está menor nos canaviais do Centro-Sul

Nível de ATR está menor nos canaviais do Centro-Sul

 

A moagem de cana-de-açúcar pelas usinas da região Centro-Sul chegou a 38,63 milhões de toneladas na 1ª quinzena de maio, queda de 9,71% em relação ao volume registrado no mesmo período de 2018/2019 (42,78 milhões de toneladas). Considerando os números acumulados da safra 2019/2020 até o dia 15 deste mês, a moagem atingiu 84,15 milhões de toneladas - queda de 18,27% sobre o ano anterior, segundo dados divulgados hoje (23), pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

 

Segundo a entidade, A qualidade da matéria-prima processada na primeira quinzena de maio, mensurada a partir da concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR), registra sensível retração de 6,70%, atingindo 119,65 kg por tonelada em 2019 contra 128,24 kg verificados na mesma quinzena do último ano.

 

“A perda de 8,5 quilos de ATR por tonelada reflete diretamente sobre o mix de produção. Caso não houvesse a retração, apenas 34% do ATR disponível deveria ter sido direcionado para produção de açúcar – percentual inferior ao efetivamente apurado de 36,22% na primeira quinzena de maio”, destaca o diretor técnico da UNICA, Antônio de Pagua Rodrigues.

 

Dados apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) a partir de uma amostra comum de 114 empresas indicam redução de 1,39% na produtividade agrícola do canavial colhido em abril na comparação com o mesmo período da safra anterior (82,20 toneladas por hectare nesse ano, versus 83,36 toneladas por hectare no ciclo anterior).

 

Com esses dados disponíveis, a UNICA ressalta que até o momento, eles não indicam aumento da produtividade agrícola. A retração de rendimento, acrescida da menor qualidade da matéria-prima, resulta em uma redução próxima a 480 quilos de ATR por hectare colhido até 15 de maio.

 

DATAGRO 



Publicidade