Notícia

01/11

Firmada parceria entre ABCZ, Sebrae e Fazu para Seleção Genômica

Firmada parceria entre ABCZ, Sebrae e Fazu para Seleção Genômica

 

Manhã histórica no melhoramento genético de zebuínos. Foi assinado hoje (01), na sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), um Protocolo de Intenções envolvendo a associação e o Sebrae. O documento oficializa a parceria entre as entidades no desenvolvimento do ‘Projeto para Aplicação da Seleção Genômica’, lançado pela ABCZ em agosto, durante a ExpoGenética.  

 

“Essa parceria é muito importante, porque o projeto é muito importante. Ele vai trazer mais qualidade nas informações do nosso programa de melhoramento, e também mais agilidade nessas informações. Eu tenho certeza que nós vamos ter um resultado muito positivo não só no melhoramento, mas também na economia”, destaca Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges, presidente da ABCZ.

 

Durante o evento, o Sebrae foi representado pelo gerente regional, William Rodrigues de Brito, e os analistas Marcius Marques e Heloísa Tinoco, que também ressaltaram a importância do acordo. “Essa parceria com a ABCZ vai levar mais conhecimento para o campo. A nossa proposta é trabalhar junto, por meio de um programa já conhecido no país, o Sebraetec. E isso é muito importante porque os resultados desse projeto serão traduzidos lá na frente, com ganhos econômicos”, revela Brito.

 

O diretor Administrativo da associação, Rivaldo Machado Borges Júnior, que intermediou as negociações com o Sebrae, explica que a participação da entidade será financeira.  “O Sebrae já é um parceiro antigo, e nós vimos, nesse projeto ligado a Genômica, a possibilidade de trabalharmos juntos mais uma vez. A participação do Sebrae será financeira, e muito importante, já que os criadores que fazem parte dessa primeira etapa da pesquisa não tiveram custo nenhum”, explica ele.

 

Cerca de um mês após o lançamento do ‘Projeto para Aplicação da Seleção Genômica’, o trabalho a campo já havia começado com cerca de mil animais, de aproximadamente 45 rebanhos da região. A coleta do material genético dos bovinos está sendo feito pela Fazu, que também participou da assinatura do Protocolo de Intenções.

 

“Para nós, essa parceria abre uma possibilidade acadêmica imensa com pesquisas, nos colocando de maneira colaborativa nesse importante universo da genômica no Brasil”, comemora Carlos Henrique Cavallari Machado, diretor acadêmico da Fazu.

 

Também acompanharam a assinatura do documento, o diretor de Relações Públicas da ABCZ, Fabiano Mendonça, o procurador jurídico, Cláudio Fontoura, o superintendente geral, Jairo Furtado, o superintendente adjunto de Melhoramento Genético, Henrique Ventura, o gerente Comercial da associação, João Gilberto Bento, e o supervisor acadêmico da Fazu, Alexandre Lúcio Bizinoto. 

 

ABCZ



Publicidade