Notícia

10/03

Comunidade científica alerta para aumento da resistência da ferrugem da soja a fungicidas

Comunidade científica alerta para aumento da resistência da ferrugem da soja a fungicidas

 
O comitê que monitora a resistência de fungos a fungicidas (Fungicide Resistance Action Committee - FRAC) compartilhou os resultados parciais realizados no Brasil do monitoramento de fungicidas Inibidores da Succinato Desidrogenase (ISDH, “carboxamidas”) ao fungo Phakopsora pachyrhizi, causador da ferrugem-asiática. O comunicado (www.frac-br.org/) relata que, em áreas com histórico de uso intensivo de ISDHs e em condições de alta pressão de doença, foram detectados casos de redução de eficiência desses fungicidas.
 
De acordo com a pesquisadora Cláudia Godoy, da Embrapa Soja, o FRAC ressalta a necessidade urgente de adoção de estratégias que visem reduzir a pressão de seleção de resistência, uma vez que esses isolados ainda estão restritos a algumas áreas. Veja o texto completo aqui.
 
Sobre a doença - A ferrugem-asiática da soja é considerada a doença mais severa da cultura, podendo causar perdas de até 80% de produtividade.
 
O fungo foi relatado no Brasil em 2001 e encontrou nas condições favoráveis para sua sobrevivência e multiplicação durante todo o ano, De acordo com dados do Consórcio Antiferrugem, o custo-ferrugem (gasto com fungicidas para controle + perdas de produção) médio é de US$ 2 bilhões por safra no Brasil.
 
 
Lebna Landgraf (MTb 2903) 

Embrapa Soja 
 
Telefone: (43) 3371-6061

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

www.embrapa.br/fale-conosco/sac/



Publicidade