Notícia

12/04

Agricultores familiares de 14 estados brasileiros têm direito a bônus de desconto no pagamento de crédito rural do Pronaf

Agricultores familiares de 14 estados brasileiros têm direito a bônus de desconto no pagamento de crédito rural do Pronaf

 

Agricultores familiares de 14 estados brasileiros, cujos produtos tiveram preço de mercado abaixo do previsto no mês de março, têm direito a bônus de desconto no pagamento de crédito rural do Pronaf. A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira (7) a portaria do Programa de Garantia Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) com percentuais de desconto válidos para o período de 10 de abril a 9 de maio de 2017. 

A portaria lista babaçu (amêndoa), batata, cacau (amêndoa), cará/inhame, cebola, leite, manga, trigo e triticale (híbrido de trigo e centeio). Os estados contemplados no PGPAF são Amazonas, Pará, Tocantins, Rondônia, Ceará, Maranhão, Piauí, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Em sete estados a diferença entre o preço de mercado e o garantido pelo programa ultrapassa os 40%. 

O destaque vai para a batata no Paraná, onde os dois preços variam em 70,77%. Em Santa Catarina, a batata também não obteve bons preços e o desconto no pagamento do Pronaf para os agricultores chega a 51,37%. No Pará, o mercado oferece R$ 1,40 pelo quilo da amêndoa do babaçu, enquanto que o PGPAF garante R$ 2,87. Nesse caso, o produtor paraense terá bônus de 51,22% na hora de pagar o financiamento.

O PGPAF foi criado para assegurar o custo de produção e o pagamento dos financiamentos de custeio contratados por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Assim, quando o preço de mercado fica abaixo do preço de garantia da safra, o programa calcula essa diferença e define o percentual de bônus a ser aplicado no saldo devedor dos agricultores familiares. Também tem o objetivo de estimular a diversificação da produção agropecuária e articular as diversas políticas de crédito e de comercialização agrícola.

Para saber mais sobre percentuais e unidades da federação listados pelo PGPAF, clique no link da publicação

 

Adão Paulo Oliveira
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação
Contatos: (61) 2020-0128 / 0127 e 
imprensa@mda.gov.br



Publicidade