Agrovídeo

25/04

Plantar em Casa: Caqui - Como Extrair Sementes para Mudas

 

Quinta parte do cultivo de Caqui com apresentação da Agrônoma Silvana Bueno no Cati Assistam a Playlist com vários videos educacionais do Cati encurtador.com.br/wTVX2 .O caminho até São Bento do Sapucaí, distante cerca de 185 km da capital paulista e a 40 km de Campos do Jordão, já apresenta uma pequena mostra das belezas naturais da cidade da Serra da Mantiqueira. Localizado na divisa dos Estados de São Paulo e Minas Gerais, o município é cercado por araucárias, cachoeiras, e a topografia montanhosa com farta vegetação proporciona um clima ameno com temperatura média de 17°C e, por conta de suas condições climáticas e geográficas, São Bento do Sapucaí foi oficialmente reconhecida como Estância Climática. É nesse belo e agradável cenário que se encontra o Núcleo de Produção de Mudas (NPM), do Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes (DSMM), da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) do Estado de São Paulo. Fundado em 16 de agosto de 1832, foi em 1944 que o Governo do Estado de São Paulo adquiriu o imóvel agrícola no município de São Bento do Sapucaí, onde hoje está instalado o Núcleo. Com 100 hectares, as terras do local, no início, foram palco de inúmeros trabalhos realizados com pêssego, maçã, uva e outras variedades de fruteiras de clima temperado, espécies que se desenvolvem de forma satisfatória em clima ameno, o qual inibe, também, o ataque de pragas e o aparecimento de doenças. No entanto, os destaques se voltam para as primeiras oliveiras, introduzidas no Núcleo na década de 1950; para a atemoia brasileira, que nasceu na Fazenda do Estado, quando o agrônomo aposentado Takanoli Tokunaga pesquisou, na década de 1980, a fruta em outros países e a implantou em São Bento e para a castanha portuguesa, cuja muda passou, também em 1980, a ser produzida na mesma cidade. Atualmente, o Núcleo conta com coleções de plantas fornecedoras de material de propagação de mais de 40 espécies de frutíferas diversas, florestais nativas e exóticas; e plantas hortícolas. No local, também são mantidos bancos de germoplasma (unidades de material genético para melhoramento das plantas) de fruteiras de clima temperado e subtropical. Além de ser um grande viveiro paulista, que produz, por ano, 250 mil mudas, e com capacidade física para produção anual de 500 mil, no local também são realizadas experimentações práticas e pesquisas, com o objetivo de gerar e adaptar tecnologia para dar suporte aos agricultores. “O Núcleo de São Bento é nosso carro-chefe e tem como características diferenciais a inovação e a qualidade das mudas. Daqui saíram grandes tecnologias, como enxertias, por exemplo, que foram levadas para outras unidades de produção de mudas do Departamento e para o produtor rural”, avalia Ricardo Lorenzini, diretor do DSMM, que ainda enaltece a capacidade do corpo técnico da CATI. “Os profissionais do Núcleo de São Bento, que somam 18, são muito qualificados, engajados em suas atividades e oferecem, além de produtos diferenciados, orientações específicas aos que por eles procuram, seja por telefone, pessoalmente ou por meio dos seminários e eventos realizados na unidade”, reconhece Ricardo, que complementa que constantemente são organizados seminários que têm como temas a fruticultura de clima temperado, o cambuci, a castanha portuguesa, o caqui, entre outros. De acordo com o diretor do Departamento, nos últimos anos foram realizados diversos investimentos para a melhoria da produção de todas as variedades da unidade e para a novidade anunciada nesta reportagem, que é a retomada da produção de mudas cítricas. Foram adquiridas estufas, equipamentos diversos, construído poço artesiano, instalada uma nova caixa d’água, contratado serviço terceirizado para aquisição de substratos, entre outras ações que permitem que cada vez mais se tenha qualidade nas mudas e se atenda de forma satisfatória os agricultores. “Importante destacar que toda nossa produção segue a legislação determinada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Construído recentemente e com 1.080 m², o viveiro de mudas cítricas tem capacidade de produção anual de 40 mil mudas de São Bento do Sapucaí (12) 3971-1306 / 3971-2046 npmsaobentodosapucai@cati.sp.gov.br CATI – Assessoria de Imprensa (19) 3743-3870 / 3859 jornalismo@cati.sp.gov.br Todas as Playlists https://bit.ly/2OGvTwy com temas específicos https://www.plantaremcasa.com/ Mercado Livre https://goo.gl/DnYGx5



Publicidade