Agrovídeo

11/01

Milho está custando 36% mais que em janeiro de 2015

 

Para quem precisa de milho para utilização em curto e médio prazo, a recomendação é de compra. A expectativa é de preços firmes e em alta.
As exportações devem continuar aquecidas nestes primeiros dois meses de 2016. Outro ponto é a menor produção esperada na primeira safra ou safra de verão (2015/2016), que deve dar sustentação ao mercado.



Publicidade